04 abril 2015

Cine Pipoca: Boa Sorte e Wild

Feriadão prolongado e não tem nada melhor do que descansar, viajar, ler um bom livro, não fazer nada, assistir um filme, comer besteira, alô alô ovo de páscoa da oreo, quero te usar! E mais um monte de coisa prazerosa, não é? 

E pensando nisso que hoje eu vou indicar dois super filmes que eu assisti e que vale a pena para quem vai ficar em casa de bobeira. 

O primeiro é o brasileiro Boa Sorte, com Deborah Secco que mais uma vez deu um show e mostra que é muito boa no que faz. 

Sinopse:
O adolescente João (João Pedro Zappa) tem uma série de problemas comportamentais: ele é ignorado pelos pais e se torna agressivo com os amigos de escola. Quando é diagnosticado com depressão, seus familiares decidem interná-lo em uma clínica psiquiátrica. No local, ele conhece Judite (Deborah Secco), paciente HIV positivo e dependente química, em fase terminal. Apesar do ambiente hostil, os dois se apaixonam e iniciam um romance. Mas Judite tem medo que a sua morte abale a saúde de João.


E o segundo é o Wild, filmaço com a Reese Witherspoon que sou fã desde Legalmente Loira e ela também provou no filme que não é só um rostinho bonito. Achei o filme f*** assim como o de cima e acho bacana quem se interessar dá uma olhadinha nos trailers antes de baixar pra ver se se identifica.
 
Sinopse: 
Em ‘Livre‘, Cheryl Strayed achou que tivesse perdido tudo quando faz 22 anos. Após a repentina morte da mãe, a família se distanciou, ela começou a usar heroína e seu casamento desmoronou. Quatro anos depois, aos 26 anos, sem nada a perder, tomou a decisão mais impulsiva da vida: caminhar 1.770 quilômetros em busca de autoconhecimento. Seu relato captura a agonia, tanto física quanto mental, de sua incrível jornada; como a enlouqueceu e a assustou e como, principalmente, a fortaleceu.


Espero que gostem e curtam assim como eu e um ótimo feriado para todos! 
Comentários
0 Comentários