10 março 2014

Dicas da Nutri: Adoçantes

Por Gabriela Facão

Olá pessoal! Hoje vou falar sobre um assunto que pouca gente sabe: os males dos adoçantes!

O uso de adoçantes gera muita polêmica. Os estudos em humanos ainda não são conclusivos, mas diversas pesquisas em animais apontam possíveis danos à saúde.


Foto: Reprodução

O que são?
Adoçantes são produtos constituídos a partir de um edulcorante, que tem a capacidade de “adoçar” mais do que o açúcar normal.

A função inicial era substituir o açúcar para diabéticos, mas hoje, muitas pessoas os usam mesmo sem ter certeza do que podem proporcionar, principalmente a longo prazo. Além disso, muitas pessoas com o passar dos anos vão aumentando a quantidade de gotinhas e de sachês, inconscientemente.

Alguns dos adoçantes existentes: Acessulfame-K, aspartame, ciclamato, sacarina, sucralose, frutose, lactose, maltodextrina, manitol, sorbitol, steviosídeo, xilitol.

Muitas das dietas não dão certo porque as pessoas se entopem de produtos diet e light o dia inteiro (produtos cheios de edulcorantes), e no final do dia o corpo pede: AÇÚCAR! Nosso organismo está cansado e precisa de glicose, e ao consumir adoçantes só estamos enganando nosso cérebro. Seria mais interessante consumir alimentos com carboidratos ao longo do dia para que no final dele, você não ter o desejo de atacar a geladeira.

O adoçante que recomendo é o stevia. Além de ser natural, por ser extraído de uma planta, ele é quase 300 vezes mais doce que o açúcar. Não tem calorias, não tem carboidrato, com índice glicêmico zero, não contém substâncias artificiais (fique atento ao rótulo) e não é tóxica.

Eu, particularmente, prefiro tomar sucos e chás sem nada. Com o tempo o paladar vai acostumando sem contar que o produto natural é bem mais saboroso.

Beijos,
Gabi

Contato/Dúvidas: nutricionista.gab@gmail.com | Instagram: @gabii_falcao
Comentários
2 Comentários